21°
Máx
17°
Min

Mestrado em Integração Contemporânea da América Latina tem primeiras bancas de defesa de dissertações

Os primeiros mestrandos em Integração Contemporânea da América Latina (ICAL) começam a defender suas dissertações perante as bancas a partir desta quarta-feira (17).

O ICAL foi um dos primeiros programas de Mestrado a entrar em funcionamento na UNILA, junto com o Mestrado Interdisciplinar em Estudos Latino-Americanos (IELA).

A primeira banca será a do mestrando Milton Carlos Bragatti, cuja dissertação intitula-se “Cooperação em defesa na América do Sul: limites e perspectivas”. A apresentação será às 11h, no PTI.

De acordo com o pesquisador, a dissertação “traça uma genealogia da interpretação da América do Sul como área geopolítica distinta ou, mais recentemente, como unidade geopolítica separadamente do restante do continente americano, com relação aos conflitos e à cooperação entre seus países na área de Defesa”.

Em resumo, a conclusão principal da pesquisa é a de que, “para se compreender o regionalismo e a integração latino-americana, é necessária uma abordagem teórica de perspectivas múltiplas e multicausais, na qual a integração e a cooperação sul-americanas sejam vistas como um processo em construção, em que várias lógicas coexistem e se sobrepõem”.

Ele afirma ter escolhido a UNILA “por sua proposta inovadora, singular, diferenciada e muito rica e plural, tanto intelectual e academicamente, quanto por sua perspectiva social e humanística”.

Para ele, “cursar o Mestrado na UNILA foi uma experiência única e vastamente rica”, por diversos motivos.

“Desde as aulas com professores vindos de toda a América Latina (e de outros lugares do mundo) e com uma proposta de ensino transdiciplinar e bilíngue – passando pelo convívio com alunos vindos das mais diversas regiões latino-americanas, das mais diversas origens socioeconômicas, étnicas e formação acadêmico-intelectual variada –, até a localização geográfica privilegiada da UNILA, no coração do Mercosul e segundo destino turístico do Brasil, com a beleza natural insuperável das Cataratas do Iguaçu”, citou.

Colaboração: Assessoria