23°
Máx
12°
Min

Na Câmara, estudantes protestam contra reforma do Ensino Médio

Estudantes da rede estadual de ensino protestaram pacificamente na manhã desta segunda-feira (10) na Câmara Municipal de Cascavel, no Oeste do Paraná. O objetivo é rechaçar a reforma de ensino proposta pelo Governo Temer. Cerca de 150 pessoas ocuparam as cadeiras do Legislativo.

A Medida Provisória (MP) foi enviada pela União no final de setembro. Com a reforma, apenas Português, Matemática e Inglês serão obrigatórios. Os professores não precisarão mais ter diploma na área que atuam. Educação Física, Artes, Sociologia e Filosofia não serão mais obrigatórias. 

De acordo com o plano, a carga horária aumenta de 800 para 1.400 horas por ano, com adoção de turno integral. Destas, 1.200 - no máximo - serão de conteúdo de base curricular. A metade da grade será de livre escolha. O aluno poderá optar por cinco áreas: Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Formação Técnica e Profissional.

A proposta polêmica não agradou vários profissionais de educação e alunos. Em diversas cidades do País, estudantes têm ocupado as escolas como forma de protesto. Vale lembra que, para entrar em vigor, a MP deve ser aprovada pelo Congresso. 

Colaboração: Cristiane Guimarães/Rede Massa.


Estudantes rechaçam reforma de ensino e ocupam Câmara