24°
Máx
17°
Min

No Paraná, 94,3 mil alunos da rede estadual podem fazer o Enem 2016

(Foto: Pedro Ribas / AENPr.) - No Paraná, 94,3 mil alunos da rede estadual podem fazer o Enem 2016
(Foto: Pedro Ribas / AENPr.)

Estão abertas até 20 de maio as inscrições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano. As provas serão em 5 e 6 de novembro, conforme calendário divulgado pelo Ministério da Educação. A taxa de inscrição é R$ 68 reais. O pagamento deve ser feito até o 25 de maio em bancos, casas lotéricas ou agências dos Correios. 

Estão isentos do pagamento estudantes que concluírem o ensino médio neste ano e estiverem matriculados na rede pública de ensino ou que se declararem carentes. Quem teve isenção na edição anterior e não compareceu no dia da prova precisa pagar a taxa em 2016. 

No Paraná, 94.943 mil alunos estão matriculados no terceiro ano do ensino médio da rede estadual de ensino e podem participar do Enem gratuitamente. 

Os cartões de confirmação estarão disponíveis pela internet e não serão enviados pelos Correios, como na edição anterior. Com o cartão, o candidato terá acesso a informações como a data, hora e local das provas e poderá verificar se seus dados pessoais estão corretos. 

Nos dias de prova os portões serão abertos às 12 horas e fechados às 13 horas. As provas terão duração de 4h30 no sábado e 5h30 no domingo. No primeiro dia serão aplicadas questões de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciência da Natureza e suas Tecnologias. O segundo será dedicado a questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação, Matemática e suas Tecnologias. 

Pontuação

A pontuação no Enem pode ser usada pelos candidatos em programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para vagas em universidade públicas, e o Programa Universidade para Todos (ProUni), para vagas em instituições particulares, além de participar do programa Ciência sem Fronteiras e vagas para cursos técnicos ofertados pelo sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional (Sisutec). 

O Enem também classifica os melhores candidatos para bolsas de intercâmbio através do programa Ciências sem Fronteira e contratos com o Financiamento Estudantil (Fies). 

“O Enem surgiu como um programa de avaliação para saber como estava o Ensino Médio, mas hoje ele é visto como uma grande possibilidade de acesso ao ensino superior” afirma a superintendente da Educação, Fabiana Campos.

Colaboração AENPr.