24°
Máx
17°
Min

Oito escolas são ocupadas por estudantes na grande Curitiba, diz Upes

(Foto: Daniela Borsuk) - Oito escolas são ocupadas por estudantes na grande Curitiba, diz Upes
(Foto: Daniela Borsuk)

Em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (5), integrantes da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (Upes) comentaram a mobilização dos estudantes contra a Medida Provisória que estabelece mudanças no Ensino Médio. De acordo com a organização, sete escolas estão ocupadas em São José dos Pinhais (Região Metropolitana de Curitiba) e uma na capital. Mais cedo, estudantes e professores fizeram uma manifestação no centro de Curitiba.

Para o representante da Upes, Matheus Santos, os estudantes não são contra uma reforma, mas não concordam com a medida que está sendo proposta. Os principais pontos que desencadearam a mobilização foram a flexibilização da grade curricular, a obrigatoriedade do ensino integral, a ausência do diálogo com a comunidade escolar, e o desrespeito ao que consta no plano nacional de educação. "Quantidade não significa qualidade. Não queremos mais horas de estudo, queremos que essas horas sejam utilizadas para um ensino dinâmico, integrado", argumentou.

Em nota, a secretaria de Estado da Educação (SEED) afirmou que acompanha a manifestação dos estudantes. “Os canais de diálogo estão abertos. No Paraná, qualquer alteração só será feita após os seminários que serão realizadas para discutir a proposta, programados para 13 de outubro”, diz o texto.

Colaboração Daniela Borsuk