28°
Máx
17°
Min

Parceria entre instituições públicas e privadas promove avanços na educação

(Foto: Divulgação / Assessoria de Imprensa) - Parceria entre instituições públicas e privadas promove avanços na educação
(Foto: Divulgação / Assessoria de Imprensa)

A data de vinte e oito de abril é muito especial para quem acredita em um futuro melhor. É o Dia da Educação. A data foi estabelecida em abril de 2000, na cidade de Dakar, no Senegal, por representantes de 180 países reunidos durante o Fórum Mundial de Educação. Os participantes se comprometeram a não poupar esforços para que a educação estivesse ao alcance de todos no mundo até 2015.

No Brasil, muitos exemplos positivos incentivam aqueles que acreditam que é possível transformar o mundo, um passo de cada vez. Durante uma tarde de abril, por exemplo, a pequena cidade de Goioerê (PR) foi palco de uma Expedição Investigativa, com participantes ávidos e curiosos, que não deixaram nenhum detalhe passar em branco. Longe de ser uma cena de ficção, essa é apenas uma das experiências realizadas pelas crianças que participam do Programa União Faz a Vida, principal iniciativa de responsabilidade social do Sicredi.

Resultado de uma parceria da Secretaria de Educação do município com o Sicredi, o Programa traz valores de cooperação e cidadania para alunos e professores de escolas e centros educacionais. Em Goioerê já são 13 escolas participantes, com 42 educadores e 564 crianças. Para Valdely Cardoso, Coordenadora Pedagógica da Secretaria de Educação de Goioerê, o projeto é uma oportunidade de abordar assuntos de uma maneira diferente. “As crianças ficaram encantadas. Tudo é novidade e eles têm a oportunidade de participar efetivamente nos processos de aprendizagem. Isso é incrível”, comentou.

O Programa União Faz a Vida completou 20 anos de atuação em 2015. Desenvolvido para promover a cooperação e a cidadania, segue uma metodologia de projetos que conta com o estudante como agente ativo de conhecimento e aprendizagem. As expedições investigativas são o ponto de partida da metodologia do Programa. De acordo com Katia Oechsler, assessora de Programas Sociais, responsável pelo programa na Central Sicredi PR/SP/RJ, os alunos são os protagonistas dos projetos. “Os estudantes, com apoio dos educadores, percorrem a cidade onde moram para responder a boa pergunta elaborada pelo educador e, a partir das respostas encontradas, definem em conjunto os temas que irão trabalhar em sala de aula, sempre alinhados ao currículo escolar e com a comunidade, de forma colaborativa”, explicou ela.  

Em 2015, o Programa esteve presente em seis estados (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Goiás e Mato Grosso). São 249 municípios, mais de 1.300 escolas, e 215 mil crianças e adolescentes envolvidos. Somente no Paraná, Santa Catarina e São Paulo, participaram mais de 400 escolas em 92 municípios, que alcançaram mais de 55 mil crianças e adolescentes.

Colaboração Assessoria de Imprensa.