24°
Máx
17°
Min

Ponta Grossa chega a 20 colégios estaduais ocupados

(Foto: Divulgação / Massa News) - Ponta Grossa chega a 20 colégios estaduais ocupados
(Foto: Divulgação / Massa News)

O movimento Ocupa Paraná confirmou que, das 285 instituições de ensino estaduais ocupadas no Paraná, 20 estão em Ponta Grossa. Além das quatro que haviam sido alvo de manifestações durante a manhã desta quinta-feira (13), outras três foram palco de protestos e acabaram ocupadas durante a tarde. As novidades são os colégios estaduais Arnaldo Jansen, Professor Colares e 31 de Março.

Os alunos protestam contra a medida provisória 746/2016, que prevê mudanças na carga horária de 800 para 1.400 horas/aula por ano, além de transformar disciplinas como Sociologia, Filosofia e Artes como opcionais.

São palco de protestos os colégios Ana Divanir Borato, Polivalente, Regente Feijó, Epaminondas Ribas, Meneleu Torres, Pietro Martinez, Elzira de Sá, Presidente Kennedy, José Gomes do Amaral, Agrícola Augusto Ribas, Sirley Jagas, João Borell D. Vernay e Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora das Graças, Julio Teodorico, Linda S. Bacila e José Elias da Rocha, além dos outros três ocupados durante a tarde.

Campos Gerais

Além das 20 instituições ocupadas em Ponta Grossa, outras cidades dos Campos Gerais também registram manifestações. Carambeí, por exemplo, teve seu primeiro registro nesta quinta-feira, com a ocupação do Colégio Estadual Julia Wanderley. Outras três instituições em Sengés também foram palco de protestos: Anita Salmon, Costa e Silva e Erasmo Braga.

O município de Castro, que já via a ocupação do colégio Antonio e M. Cavanis, agora também tem registros de protestos no Major Vespasiano C. Mello. Piraí do Sul e Palmeira registram uma ocupação cada, nos colégios Jorge Q. Netto e Getúlio Vargas, respectivamente.