26°
Máx
19°
Min

Professores do Oeste se reúnem em Foz em Pacto pela Alfabetização

Divulgação - Professores do Oeste se reúnem em Foz em Pacto pela Alfabetização
Divulgação

Aproximadamente 150 profissionais da educação, entre coordenadores e orientadores, de 33 municípios do Oeste Paranaense participarão de um evento de formação e de troca de experiências, obtidas até o momento no Pacto Nacional pela Alfabetização (PNAIC).

Realizado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), o evento acontecerá nas próximas segunda e terça-feira (5 e 6)  das 8h30 às 12h e das 13h30 às 17h, no Complexo Educacional Clóvis Cunha Vianna, o Centro de Convivência.

Diálogos, formações e mesas redondas fazem parte da programação, destinadas a promover a socialização de práticas pedagógicas entre os municípios para a melhoria da alfabetização de alunos do 1º ao 3º ano do ensino fundamental. Os participantes são professores da rede municipal de ensino, do 1º ao 3º ano, inseridos no PNAIC, e, entre os municípios a estarem presentes na ocasião estão Cascavel, Itaipulândia, Ponta Grossa, Guaraniaçu, Serranópolis do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, Medianeira, Céu Azul, Toledo, Marechal Cândido Rondon e São Miguel do Iguaçu.

Foz do Iguaçu aderiu ao Pacto desde a sua implantação pelo Governo Federal em 2013 e nesta ocasião, participarão as treze orientadoras e a coordenadora local do PNAIC no município, Silvia Helena Monteiro Fernandes. Neste programa, os orientadores recebem formações continuadas e orientações da UEPG, para serem repassadas aos 400 professores regentes das turmas dos 1º, 2º e 3º anos.

Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa - PNAIC

O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é um compromisso formal assumido pelos governos federal, do Distrito Federal, dos estados e municípios de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental.

Ao aderir ao Pacto, os entes governamentais se comprometem a: alfabetizar todas as crianças em língua portuguesa e em matemática; realizar avaliações anuais universais, aplicadas pelo INEP, junto aos concluintes do 3º ano do ensino fundamental; e no caso dos estados, apoiar os municípios que tenham aderido às Ações do Pacto, para sua efetiva implementação.

Colaboração: Assessoria