23°
Máx
12°
Min

RU lança campanha de combate ao desperdício

(foto: divulgação) - RU lança campanha de combate ao desperdício
(foto: divulgação)

A administração do Restaurante Universitário (RU) começou esta semana campanha que tem como lema "Alimente essa ideia: Diga Não ao Desperdício". O objetivo é reduzir o desperdício de comida durante o almoço e jantar. Banners espalhados pelo refeitório do RU chamam a atenção dos usuários para o assunto que preocupa a comunidade universitária. Em média, são servidas diariamente 4.500 refeições.

De acordo com a diretora do Serviço de Bem Estar à Comunidade (SEBEC), Betty Elmer Finatti, a iniciativa visa sensibilizar o usuário do RU no sentido de evitar o desperdício de comida. A diretora acrescenta ainda que dezenas de usuários procuram a administração do restaurante para expor a preocupação com o desperdício. Os próprios servidores do setor, segundo a diretora, também relatam o excesso de sobras de comida devolvida nos pratos pelos usuários.

"A campanha está só no começo", ressaltou Betty Elmer. Ela destacou inclusive que a iniciativa foi idealizada em parceria com os professores do Departamento de Design, do Centro de Educação, Comunicação e Artes (CECA), Ana Luisa Boavista, Paula Napo e Érico Belém. Eles elaboraram os banners da campanha.

Sobras - Conforme salientou a nutricionista do RU, Marisa Mayumi Kurimoto, a devolução de sobras de comida é calculada visualmente. Segundo ela, o fato é que as pessoas se servem em quantidade maior do que aquela que será consumida. "É fácil evitar o desperdício, basta o usuário se servir da quantidade que realmente vai consumir", defende Marisa.

A nutricionista lembrou que o usuário tem à disposição o Buffet de repetição, composto por arroz, feijão e salada, em que é possível se servir à vontade, exceto de carne e sobremesa. "O desperdício é proporcional ao número de usuários no almoço e jantar", completou.

Números - Só no mês de junho foram consumidos no RU 3.745 quilos de arroz branco, 2.877 de arroz integral, e 3.404 quilos de feijão, além de 6.500 quilos de carne bovina, 2.000 de peixe, 2.370 quilos de carne de frango, e 1.800 de carne suína.

(Agência UEL)