28°
Máx
17°
Min

Servidores da UEL promovem assembleia para debater greve

(Foto: Divulgação) - Servidores da UEL promovem assembleia para debater greve
(Foto: Divulgação)

Depois que os professores da Universidade Estadual de Londrina (UEL) aprovaram uma paralisação de três dias, é a vez dos servidores públicos da instituição debaterem se deflagram a greve na categoria.

O Sindicato dos Servidores Públicos Técnico Administrativos da Universidade Estadual de Londrina (ASSUEL) realiza nesta quinta-feira (13) duas assembleias para aprovação da greve da categoria.

As assembleias serão às 9h no Anfiteatro do Centro de Estudos Sociais Aplicados (CESA/UEL) e às 12h no Anfiteatro do Hospital Universitário (HU).

“A greve é a forma de luta que os servidores entendem ser necessária para que o Governo de Estado cumpra a Lei 18.493/2015 que prevê o reajuste salarial da categoria, previsto para janeiro de 2017”, destaca a nota encaminhada pelo sindicato.