21°
Máx
17°
Min

Startup curitibana vence hackathon e conquista R$100 mil

Daniel Koleski, Fabíola Paes e Carlos Balsalobre (Foto: Divulgação) - Startup curitibana vence hackathon e conquista R$100 mil
Daniel Koleski, Fabíola Paes e Carlos Balsalobre (Foto: Divulgação)

Após uma maratona de 24h de trabalho ininterrupto, a coordenadora do Laboratório de Varejo da Escola da Comunicação e Negócios da Universidade Positivo, Fabíola Paes, comemora com Carlos Balsalobre, Daniel Koleski e João de Souza a conquista do BeautyHack L’Oréal, que aconteceu de 18 a 20 de março, em São Paulo.  A startup Neomode foi a grande vencedora do primeiro hackathon promovido pela L’Oreal no Brasil. O prêmio, um investimento no valor de R$ 100 mil, será utilizado no desenvolvimento do projeto, um aplicativo para a marca Maybelline, com vistas de lançá-lo no mercado, futuramente. O app Maybeonlline tem como desafio integrar todos os pontos de venda Maybelline online e off-line, canais de venda, relacionamento e promoção.

Durante o desafio, 15 startups pré-selecionadas, das 108 inscritas, desenvolveram aplicativos móveis para quatro projetos estratégicos da empresa líder mundial em cosméticos. Para o presidente da L’Oréal Brasil, Didier Tisserand, a BeautyHack é muito importante para o processo de digitalização da empresa no Brasil. “Nesta primeira hackathon que realizamos no país, buscamos novas ideias de jovens empreendedores para o desenvolvimento de aplicativos que nos ajudem a acelerar a ampliação desta área no país”, afirmou. Paula Costa, CMO (Chief Marketing Office) da L’Oréal, ressaltou que beleza é a segunda categoria mais comprada pelo celular e a área mobile não para de crescer.

“Por isso estamos apostando em alternativas no mercado, visando estar cada vez mais próximos do nosso consumidor através de ferramentas digitais efetivas e úteis, reunindo beleza e celular”.

A coordenadora do Laboratório de Varejo da Escola da Comunicação e Negócios da Universidade Positivo, Fabíola Paes inscreveu a Neomode na BeautyHack. “Escolhemos o desafio Maybelline para participar e quando começamos a pensar no aplicativo que seria desenvolvido, nossa intenção sempre foi implantar uma estratégia global para a empresa. Queríamos reforçar a marca da L’Oréal no Brasil e, para isso, fizemos visitas in loco em quiosques e farmácias”. Daniel Koleski, UX/UI designer da startup, comentou que todo o desenvolvimento do aplicativo foi baseado em feedbacks reais de consumidoras da L’Oréal. Com o prêmio, a intenção é colocar o aplicativo para funcionar. “Queremos ser o primeiro case brasileiro de omnichannel. A fusão dessa experiência online e off-line é o grande futuro do varejo”, destaca.

Vencedores

As startups que participaram da hackathon puderam se inscrever para quatro desafios: um para cada área de negócios da empresa. Além do prêmio para a grande vencedora, quatro empresas (entre elas a Neomode), também foram reconhecidas por terem apresentado os melhores projetos em cada área e poderão escolher como prêmio uma viagem ao Vale do Silício para conhecer o Google e o Facebook, ou R$ 10 mil em dinheiro. Abaixo, os vencedores de cada área:

A Neomode, do Paraná, venceu o Desafio DPGP/Maybelline (Divisão Produtos Grande Público) e foi a grande vencedora da noite. O objetivo proposto pela L’Oréal era desenvolver uma experiência de compra assistida de produtos Maybelline em mobile, que aumente o uso e o conhecimento de toda a linha. A ideia é que o aplicativo possa ser usado de forma associada à orientação de especialistas da empresa, espalhados em quiosques e pontos de venda em todo o país.

Carlos Balsalobre; Barbara Forte, Retail General Manager da L'Oréal; Fabíola Paes e Daniel Koleski  (Foto: Divulgação)

A Rag Softwares, de Minas Gerais, venceu o Desafio DCA (Divisão Cosmética Ativa). O objetivo proposto pela L’Oréal Brasil era potencializar o uso do programa de fidelidade Dermaclub no cotidiano do consumidor de produtos de dermocosmética. Iniciativa pioneira no mundo, o clube de vantagens é voltado a pessoas que se preocupam com a saúde da pele. Ele oferece a expertise de dermatologistas para o leitor, através de dicas e novidades.

A Inovalab , do Rio de Janeiro, venceu o Desafio DL (Divisão Luxo). O objetivo proposto pela L’Oréal Brasil era difundir a educação e a informação das marcas L’Oreal Professionnel, Kérastase, Redken, Matrix e Essie para os profissionais de salão de beleza de forma acessível, engajadora e simples, mas completa.

A Points Rocket, com sede Paraíba e no Rio Grande do Norte, venceu o Desafio DPP (Divisão Produtos Profissionais). O objetivo proposto pela L’Oréal Brasil era ensinar e incentivar os consumidores ao uso rotineiro dos produtos de luxo do Grupo L’Oreal, explorando ocasiões específicas e especiais.

Comissão julgadora

A comissão que escolheu os vencedores da BeautyHack foi formada por um time de peso, composto por Paula Costa, Chief Marketing Offier & Diretora Divisão Luxo de L’Oréal Brasil; Julia Sève, diretora Divisão Cosmética Ativa de L’Oréal Brasil; Barbara Fortes, diretora de Retail da L’Oréal Brasil; Mikael Henry, diretor da Divisão Produtos Professionais de L’Oréal Brasil; Marcos Salles, Chief Information Officer da L’Oréal Brasil; Pyr Marcondes, diretor-geral da Proxxima, M&M Consulting; Márcio Brito, coordenador nacional de Start-ups do Sebrae; Leo Xavier, CEO Pontomobi e Arthur Sousa, head de engenharia Latino América do Facebook.

Colaboração Assessoria de Imprensa.