22°
Máx
17°
Min

Aeroportos da Europa reforçam segurança, após ataques em Bruxelas

Autoridades na Europa reforçaram a segurança em aeroportos, metrôs, nas fronteiras e nas ruas das cidades, após os ataques desta terça-feira no aeroporto de Bruxelas e no sistema de metrô da capital da Bélgica.

A autoridade aeroportuária de Paris disse que a segurança foi reforçada em todos os aeroportos da capital francesa logo após as explosões em Bruxelas. Aeroportos em Londres, Praga, Amsterdã, Viena e vários outros também informaram sobre reforços na segurança.

Os ataques ocorreram dias após o principal suspeito dos ataques de 13 de novembro em Paris ter sido capturado, na sexta-feira.

Em Moscou, o ministro russo dos Transportes, Maxim Sokolov, disse a agências de notícias locais que as autoridades reavaliarão a segurança nos aeroportos russos, ainda que as medidas no local já estejam entre as mais duras adotadas na Europa.

O Aeroporto de Gatwick, no Reino Unido, informou que haverá um aumento na segurança e nas patrulhas. O Aeroporto de Heathrow, também da região de Londres, disse que trabalhava com a polícia para reforçar a segurança.

Na Alemanha, o sistema estatal ferroviário, Deutsche Bahn, paralisou seu serviço de trem rápido que vai da Alemanha a Bruxelas. Agora, esses trens param na cidade fronteiriça de Aachen.

Os governos do Reino Unido, da Holanda, da França, da Itália e da Polônia realizaram reuniões de emergência, enquanto reforçavam a segurança nos aeroportos. Na Espanha também havia reuniões para discutir a situação após as explosões em Bruxelas. Fonte: Associated Press.