27°
Máx
13°
Min

Após eleição parlamentar, Abe se fortalece para rever Constituição

A vitória da coalizão governista do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, na eleição da câmara alta do Parlamento ontem, fortalece o antigo plano do premiê de rever a Constituição do país.

O Partido Liberal Democrata, de Abe, e seu parceiro Komeito conquistaram 70 dos 121 assentos que estiveram em disputa neste fim de semana. No total, a câmara alta dispõe de 242 assentos.

Com isso, a coalizão - além de pequenos partidos de oposição e parlamentares sem filiação que defendem a revisão da Constituição - controlará mais de dois terços da câmara alta.

Eventuais revisões exigem dois terços dos votos em ambas as casas do Parlamento e mudanças devem ser, posteriormente, aprovadas pela maioria do eleitorado japonês em referendo nacional.

A coalizão já controla dois terceiros da câmara baixa, que não participou desta eleição, o que se significa que Abe conta com votos suficientes para iniciar o processo de revisão.

Há tempos, Abe vem defendendo mudanças na Constituição, inclusive o fim de limites que restringem o tamanho do efetivo militar do Japão. Fonte: Dow Jones Newswires.