21°
Máx
17°
Min

Assange será interrogado no próximo mês na embaixada do Equador em Londres

Promotores suecos afirmaram que uma autoridade equatoriana interrogará o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, em nome das autoridade suecas no próximo mês. O procedimento ocorrerá na morada atual do ativista, a embaixada do Equador em Londres.

Assange é acusado de estupro em uma investigação sobre episódios ocorridos durante sua visita à Suécia em 2010. Ele nega as alegações e diz que houve apenas sexo consensual. Para evitar em 2012 que o Reino Unido o extraditasse, ele pediu asilo na embaixada equatoriana.

Os promotores suecos disseram nesta quarta-feira que receberam a notícia do governo de Quito de que um promotor equatoriano questionará Assange em 17 de outubro. Eles dizem que os investigadores suecos terão permissão para estar presentes e poderão fazer questões por intermédio do promotor equatoriano.

O interrogatório foi adiado várias vezes, já que os dois países discutiam as condições e o momento ideal para realizá-lo. Promotores suecos dizem que precisam primeiro questionar Assange, antes de decidir se o acusam formalmente. Fonte: Associated Press.