22°
Máx
16°
Min

Ataque a bairro curdo em Aleppo, na Síria, deixa 9 mortos

Insurgentes sírios derrubaram um avião de guerra do governo no norte do país e cercaram um bairro predominantemente curdo na cidade de Aleppo, deixando ao menos nove mortos, segundo informações de grupos de monitoramento e da imprensa estatal.

A rede de televisão estatal informou que o avião foi derrubado por um míssil enquanto estava em missão de reconhecimento na província de Aleppo. O piloto teria se ejetado e equipes de resgate estão a procura dele. Já o Observatório de Direitos Humanos, com sede no Reino Unido, afirmou que o piloto foi capturado por membros da Frente Nusra. Um vídeo amador postado na internet mostra um homem, aparentemente piloto do avião, sendo capturado por militantes na região. O vídeo parece genuíno.

Ativistas de oposição disseram que o avião foi derrubado perto da vila de al-Ais que foi capturada no sábado por insurgentes liderados por membros da Frente Nusra - um braço da Al-Qaeda na Síria. A derrubada do avião de guerra e os mais recentes bombardeios em Aleppo, a maior cidade síria e um antigo centro comercial, ameaçam minar o cessar-fogo promovido pelos EUA e pela Rússia iniciado em 27 de fevereiro.

Em Moscou, o ministro da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov, afirmou que nenhum avião de guerra russo voou sobre Aleppo hoje. Aviões russos têm realizado ataques aéreos sobre a Síria desde 30 de setembro, mas nenhum foi derrubado até agora por militantes locais. A vizinha Turquia, porém, derrubou uma aeronave da Rússia no ano passado.

Ainda nesta terça-feira, o enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, irá para Moscou se reunir com o ministro de Relações Exteriores, Sergei Lavrov, antes da retomada das negociações indiretas de paz entre o governo de Bashar al-Assad, apoiado pelos russos, e grupos de oposição na próxima semana em Genebra. Fonte: Associated Press.