26°
Máx
19°
Min

Ataque terrorista do Estado Islâmico termina com 28 mortos em Bangladesh

Ao menos 28 pessoas morreram no ataque ao Holey Artisan Café, em Daca. O restaurante, localizado em um bairro afluente perto de várias embaixadas na capital de Bangladesh, foi invadido na noite de sexta-feira por terroristas armados com pistolas e explosivos, gritando "Allahu Akbar".

Funcionários da cozinha conseguiram escapar pelo telhado e pela porta dos fundos, mas cerca de 35 pessoas foram mantidas reféns por cerca de 10 horas e desafiadas a recitar versos do Alcorão. "Aqueles que recitaram foram poupados. Os homens armados os deram comida", contou Rezaul Karim, descrevendo o que seu filho, Hasnat, testemunhou dentro do restaurante. Os demais, disse ele, "eram torturados".

Entre as vítimas, havia 20 estrangeiros, sendo nove italianos, dois policiais de Bangladesh e seis terroristas, de acordo com autoridades. Os homens armados, que inicialmente dispararam munição de festim, ordenaram que os trabalhadores desligassem as luzes e colocassem toalhas nas câmaras de segurança, revelou um sobrevivente à emissora local ATN News.

Não ficou claro se os terroristas tinham um objetivo específico e autoridades de Bangladesh não informaram se foram feitas quaisquer demandas. O Estado Islâmico assumiu a responsabilidade pelo ataque, conforme o grupo inteligência SITE, que monitora a atividade de extremistas islâmicos.

O governo local não comentou diretamente sobre o envolvimento do Estado Islâmico, mas negou no passado que o grupo extremista estivesse presente em Bangladesh. Fonte: Associated Press.