20°
Máx
14°
Min

Ataques aéreos matam 14 no Iêmen, dizem médicos e autoridade

Uma autoridade do Iêmen e dois médicos disseram que um ataque aéreo liderado pela Arábia Saudita matou 14 civis que trabalhavam na capital do país, Sanaa. Segundo as fontes, os ataques continuavam a ocorrer nesta terça-feira.

O alvo da investida são os rebeldes, mas um dos ataques atingiu uma fábrica de alimentos, a al-Aqil, de acordo com as fontes ouvidas, que pediram anonimato. Os ataques ocorrem após o fracasso de negociações de paz apoiadas pela Organização das Nações Unidas no Kuwait entre o governo reconhecido internacionalmente do Iêmen e os rebeldes xiitas do país conhecidos como Houthis.

Um porta-voz rebelde, Mohammed Abdel-Salam, disse que a coalizão liderada pelos sauditas fechou o espaço aéreo de Sanaa, o que impede um avião rebelde de chegar à capital. Desde o início da guerra que já leva dois anos, a coalizão liderada pelos sauditas tem controlado o espaço aéreo do vizinho Iêmen. Fonte: Associated Press.