27°
Máx
13°
Min

Autoridades turcas afirmam que tentativa de golpe parece ter falhado

Autoridades turcas afirmaram na manhã desta sábado (horário local) que parece que o governo repeliu uma tentativa de golpe militar na sequência de uma noite de explosões, batalhas aéreas e troca de tiros na capital, que deixaram pelo menos 17 mortos, de acordo com uma agência de notícias estatal.

O presidente Recep Tayyip Erdogan, rejeitou a ação militar em uma entrevista concedida à CNN da Turquia, dizendo que o que aconteceu foi uma "tentativa de revolta por uma minoria dentro das Forças Armadas". Seu gabinete se recusou a revelar seu paradeiro, dizendo apenas que ele estava em um local seguro.

Turcos tomaram as ruas nas cidades do país, hasteando bandeiras nacionais para mostrar apoio ao governo. Na manhã deste sábado, um alto oficial turco disse que aparentemente uma tentativa de golpe foi repelida. Ele afirmou que todos as autoridades do governo estavam em seus cargos, mas pediu para manter sua identidade em sigilo.

Mais cedo, Nuh Yilmaz, um porta-voz da Inteligência Nacional Turca disse à CNN da Turquia que a tentativa de golpe havia sido anulada. Ele acrescentou que o general Hulusi Akar, o chefe militar da equipe, voltou ao controle e "tudo está retornando ao normal".

O caos, que inclui relatos de uma explosão no Parlamento, corrou um período de turbulência política na Turquia creditada ao mandato cada vez mais autoritário de Erdogan, com repressão de dissidentes e oposição da mídia. Fonte: Associated Press.