22°
Máx
14°
Min

Canadá: Autoridades prevêem que incêndio em Alberta deve continuar por meses

Autoridades canadenses esperam que dure por meses o combate ao incêndio em grande escala que destruiu parte das áreas de produção de petróleo em areias betuminosas da província de Alberta. Há temor de que o fogo dobre de tamanho e atinja uma das maiores minas da região, em Saskatchewan.

O governo de Alberta disse que o incêndio deve devastar mais de 200 mil hectares até o fim deste domingo e continuar a crescendo por conta das altas temperaturas, clima seco e fortes ventos. Chad Morrison, gerente de prevenção de incêndios de Alberta, afirmou que não é incomum que incêndios dessa proporção em áreas de floresta durem por meses.

A previsão do tempo no Canadá prevê 70% de chance de chuva ao final de domingo e durante a madrugada. A quantidade necessária de chuva, porém, é grande.

Oficiais esperavam completar a evacuação em massa de Fort McMurray no sábado. Milhares de moradores foram levados da região e nenhuma morte ou ferimento foi reportada. Cerca de 12 mil pessoas foram retiradas da região das minas por meio de transporte aéreo nos últimos dois dias e aproximadamente 7 mil deixaram o local em comboios por terra escoltados pela polícia. A evacuação de campos mais ao norte é prevista para terminar neste domingo.

A polícia informou que muitas partes de Fort McMurray estão queimadas e sob forte fumaça, o que reduz a visibilidade. As equipes usam máscaras para verificar se as casas estão mesmo vazias.

Mais de 80 mil pessoas já abandonaram Fort McMurray, no coração da região de areia betuminosa. O incêndio já destruiu 1,6 mil casas e outros prédios. Não há previsão para o retorno dos residentes ao local. Fonte: Associated Press.