28°
Máx
17°
Min

Candidata de esquerda à presidência avança em pesquisa eleitoral no Peru

A candidata de esquerda à presidência Verónika Mendoza cresce nas intenções de voto no Peru, de acordo com uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira. Com seu avanço, Verónika pode terminar o primeiro turno no dia 10 em segundo lugar e com isso passar para a disputa final.

De acordo com o instituto de pesquisas Datum, Verónika, uma parlamentar de 35 anos, tem 14,8% das intenções de voto, de 10,5% registrados por ela um mês atrás. O ex-ministro das Finanças Pedro Pablo Kuczynski, por sua vez, caiu de 17,3% antes para 16% agora, na mesma comparação mensal.

O segundo colocado deve disputar a presidência com Keiko Fujimori. A filha do ex-presidente Alejandro Fujimori apareceu na mais recente pesquisa com 36,1% das intenções. Dessa maneira, dificilmente atingirá os mais de 50% necessários para vencer no primeiro turno.

Na avaliação do JPMorgan, o avanço da candidata esquerdista nas intenções de voto deve "assustar" os mercados financeiros. Verónika prometeu mudar a Constituição do Peru, vista como amigável aos negócios, e o candidato a vice-presidente na chapa dela é um conhecido ativista contrário a projetos de mineração, que já se posicionou contra projetos da Newmont e da Southern Copper. Fonte: Dow Jones Newswires.