24°
Máx
17°
Min

Casa Branca diz que EUA e Rússia não têm mais o que conversar sobre a Síria

A Casa Branca confirmou nesta segunda-feira que não irá mais negociar um acordo com a Rússia sobre a guerra na Síria. O secretário de imprensa do governo americano, Josh Earnest, declarou em coletiva de imprensa que "os Estados Unidos e a Rússia não têm mais o que conversar em relação à tentativa de alcançar um acordo que iria reduzir a violência dentro da Síria".

Ele lamentou ainda dizendo que "isto é trágico". Hoje mesmo, o secretário de estado, John Kerry, estava a caminho da Europa para consultar aliados sobre o assunto. Para o departamento de Estado americano, o fim das negociações não se trata de um assunto de importância menor.

De acordo com a declaração do departamento, "a Rússia falhou ao atender aos seus próprios compromissos" disse, referindo-se ao fracasso do cumprimento de um acordo que permitiria ajuda humanitária.

Como parte da suspensão, os EUA informaram que irão retirar o pessoal que foi designado para participar na criação de um centro conjunto entre a Rússia e os EUA para cooperação militar e de inteligência, caso o cessar-fogo permanecesse.

"Teremos que buscar uma abordagem alternativa", disse Earnest, sem incluir mais especificações.

Em resposta às tensões bilaterais entre os dois países sobre a Síria e a Ucrânia, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, suspendeu o acordo com os Estados Unidos sobre o descarte de plutônio. Utilizado em armas nucleares, o acordo fazia parte da cooperação pela não-proliferação nuclear. Fonte: Dow Jones Newswires