28°
Máx
17°
Min

Cerimônias em NY e na Casa Branca lembram os 15 anos dos atentados de 11/9

Uma cerimônia em Nova York neste domingo reunirá milhares de parentes das vítimas e outras pessoas na praça memorial, reconstruída onde estavam localizadas as torres do World Trade Center, para lembrar das vítimas do atentado terrorista que ocorreu há 15 anos no dia 11 setembro.

O evento no National Memorial & Museum incluirá uma leitura de nomes das pessoas mortas nos ataques de 2001. Os leitores dos 2.983 nomes incluem famílias daqueles que foram mortos. Cerca de 3 mil pessoas foram mortas em Nova York, na Pensilvânia e no Pentágono em um ataque reivindicado pelo então líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, que foi morto quase 10 anos depois durante uma incursão em maio de 2011 em seu esconderijo no Paquistão.

Está prevista para acontecer na cerimônia seis momentos de silêncio, cada um cronometrado para acontecer no horário dos ataques do dia 11 de setembro. Às 8h46 no horário local (9h46 de Brasília), o primeiro minuto de silêncio vai marcar o momento em que o primeiro avião atingiu a Torre Norte. Às 9h03 no horário local (10h03 de Brasília), mais um momento de silêncio vai marcar o segundo avião atingiu a Torre Sul.

O terceiro minuto silêncio vai lembrar quando a torre sul caiu, e o quarto momento de silêncio, quando o vôo 93 caiu perto de Shanksville, na Pensilvânia. Às 10h28 (11h28 de Brasília), o último minuto de silêncio será em memória da queda da Torre Norte.

Outros eventos estão previstos para acontecer em toda Nova York neste domingo. Em uma tradição anual, espera-se que os bombeiros marchem através da ponte de Brooklyn em torno das 10h (11h de Brasília), carregando 24 bandeiras representando os bombeiros do 57º Batalhão do Brooclyn que morreram em 11 de setembro de 2001.

A procissão vai acabar na Catedral de St. Joseph, no bairro de Prospect Heights, no Brooklyn, onde uma missa será celebrada ao meio-dia (13h de Brasília) para homenagear as vítimas dos ataques, de acordo com a diocese de Brooklyn.

O National Memorial & Museum também está planejando o que chamou de "Tributo de Luz", uma instalação de arte que cria duas vigas verticais de luz azul na parte baixa de Manhattan. As luzes estão programadas para começar no por do sol em 11 de setembro e continuar até o amanhecer do dia 12 de setembro, de acordo com o museu.

O presidente dos EUA, Barack Obama, também prestará homenagens e minutos de silêncio na Casa Branca nos horários em que os aviões atingiram as torres. Mais tarde, Obama fará um discurso em homenagem às vítimas no Pentágono. Fonte: Dow Jones Newswires.