24°
Máx
17°
Min

Chefe do governo da Áustria renuncia ao cargo citando falta de apoio

O chanceler da Áustria, Werner Faymann, renunciou da chefia do governo nesta segunda-feira e da presidência do Partido Social Democrata citando falta de apoio em seu partido, informou a agência de notícias austríaca APA.

A renúncia ocorreu menos de duas semanas depois de o candidato de seu partido ter ficado em penúltimo lugar no primeiro turno das eleições para presidente do país, vencido pelo candidato de direita Norbert Hofer, do Partido da Liberdade, que recebeu quase quatro vezes mais apoio do eleitorado.

Os resultados das eleições vieram depois de uma série de perdas nas eleições provinciais dos candidatos do Social Democratas, que vinha dominando o governo juntamente com o Partido Popular a política austríaca desde a Segunda Guerra Mundial. O Partido Popular sofreu perdas semelhantes.

O Partido da Liberdade conseguiu vencer em meio a preocupações com a crise de refugiados da Europa. Fonte: Associated Press.