26°
Máx
19°
Min

China afirma que não pode encerrar programa nuclear da Coreia do Norte

A China respondeu nesta segunda-feira às críticas de que deveria fazer mais para pressionar a Coreia do Norte a interromper seu programa nuclear e afirmou que os Estados Unidos são os principais responsáveis por incitar o conflito na Península da Coreia.

A detecção do quinto teste nuclear da Coreia do Norte, na sexta-feira, trouxe renovada pressão sobre o governo em Pequim, o principal aliado político de Pyongyang. Segundo o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Ash Carter, a China tem "uma responsabilidade importante" sobre a Coreia do Norte.

Hoje, a porta-voz do ministério de Relações Exteriores chinês, Hua Chunying, afirmou que Carter "foi modesto demais". "Quem começou um problema é que precisa resolvê-lo", disse, citando um provérbio chinês e pedindo que os EUA "assumam sua responsabilidade",

"Acredito que os EUA precisam abandonar a questão do desenvolvimento nuclear e trabalhar o quanto antes em uma resolução tangível e efetiva", afirmou.

A China já concordou anteriormente com a imposição de sanções das Nações Unidas sobre a Coreia do Norte, além de tomar medidas unilaterais como a restrição de importações de alguns materiais básicos. Críticos, no entanto, afirmam que a China poderia fazer mais para punir o regime por seus testes nucleares, algo que o governo de Pequim se opõe publicamente. Fonte: Associated Press.