22°
Máx
16°
Min

Conflitos deixam mais de 140 civis mortos na Etiópia

Conflitos deixam mais de 140 civis mortos na Etiópia

Grupos armados mataram mais de 140 civis em uma área próxima da fronteira da Etiópia com o Sudão do Sul, informaram autoridades da Etiópia. Os ataques vieram do Sudão do Sul entre os mortos estão mulheres e crianças, afirmou o ministro das Comunicações da Etiópia, Getachew Reda.

"As forças de defesa de nosso país estão perseguindo os criminosos", afirmou Reda, acrescentando que não há relação entre os ataques e o governo do Sudão do Sul ou com os rebeldes do país. "Nossas forças de defesa mataram 60 das pessoas que realizaram os ataques até agora", disse ele. Oficiais de defesa podem atravessar a fronteira com o Sudão do Sul para perseguir os criminosos, afirmou o ministro.

O ataque aconteceu na sexta-feira na província de Jakawa, na região de Gambella, e os autores eram membros da tribo murle, do Sudão do Sul. Crianças foram sequestradas, mas ainda não se sabe o número. Os ataques mais recentes são maiores que os anteriores, segundo o ministro das Comunicações da Etiópia. Essa região abriga milhares de refugiados do Sudão do Sul, que fogem da guerra que assola o seu país desde dezembro de 2013. Fonte: Associated Press.