28°
Máx
17°
Min

Coreia do Norte anuncia 1º congresso do partido único em quase 40 anos

Em meio a uma crescente pressão internacional sobre suas ambições nucleares, a Coreia do Norte anunciou nesta quarta-feira o primeiro congresso em quase 40 anos do partido único que governa o país, com data marcada para ocorrer no dia 6 de maio. Alguns analistas apontam que o encontro reforçará a permanência do jovem ditador Kim Jong Un no poder, enquanto outros temem que esteja relacionado ao quinto teste nuclear.

O Partido dos Trabalhadores no poder, liderado por Kim, vai abrir seu 7º congresso em Pyongyang, informou a agência oficial de notícias norte-coreana nesta quarta-feira. Este será a primeira vez que o congresso, o mais alto nível de tomada de decisão do partido, será realizado desde 1980, quando o falecido pai de Kim, Kim Jong Il, foi beneficiado com uma série de altos cargos em uma confirmação de que ele estava na fila para suceder seu pai Kim Il Sung, fundador da Coreia do Norte.

Não foram divulgados mais detalhes e nem o tempo de duração do congresso. O último congresso teve duração de quatro dias.

A Coreia do Norte tem enfrentado dura crise econômica, que se aprofundou no início deste ano depois que o país realizou seu quarto teste nuclear e lançou um foguete de longo alcance, o que levou a Organização das Nações Unidas (ONU) a aplicar sanções mais duras em 20 anos contra Pyongyang.

A Coreia do Sul e os Estados Unidos também realizaram o maior exercício militar conjunto, que ocorre em toda a primavera. Em resposta, Kim no mês passado ordenou testes de uma ogiva nuclear e de mísseis balísticos capazes de transportar ogivas.

O anúncio do congresso gerou especulações de que a Coreia do Norte poderia realizar o quinto teste nuclear, com o intuito de fortalecer a imagem do ditador em meio a duras críticas internacionais.

A presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, disse na terça-feira que acredita-se que o Norte tenha concluído os preparativos para um novo teste de bomba atômica. Fonte: Associated Press.