26°
Máx
19°
Min

Coreia do Norte disparou três mísseis balísticos, diz governo em Seul

O governo da Coreia do Sul acusou hoje o país vizinho de disparar três mísseis balísticos ao mar, em um aparente protesto contra a decisão de Seul de permitir a instalação de um sistema avançado de defesa contra mísseis dos Estados Unidos.

Os artefatos foram lançados da região oeste da Coreia do Norte, e percorreram o país até caírem no mar a leste do país. Dois deles viajaram entre 500 e 600 quilômetros, uma distância suficiente para atingir toda a Coreia do Sul, afirmou o porta-voz da comando conjunto das forças sul-coreanas, Jeon Ha Gyu. Ele afirmou que o exército ainda analisava o quão longe teria ido o terceiro míssil.

O Pentágono emitiu nota afirmando que os sistemas do Comando Estratégico dos Estados Unidos mapeou "acusou o que seriam lançamentos de mísseis norte-coreanos". Dois seriam mísseis Scud e um terceiro, um míssil da classe Rodong. Nenhum deles colocava os EUA em risco.

Os disparos são rotineiros na ditadura comunista do norte, mas podem estar relacionados à instalação do sistema antimísseis conhecido como THAAD (do inglês Terminal High-Altitude Area

Defense), na cidade de Seongju, no sul do país.

Em Tóquio, o ministro de defesa japonês Gen Nakatani afirmou que os lançamentos foram "um ato de provocação que mina a segurança regional e internacional... Nós não podemos absolutamente aceitar isso." Fonte: Associated Press.