28°
Máx
17°
Min

Cuba: manifestantes são detidas após protesto antes da chegada de Obama

Manifestantes e policiais interromperam uma manifestação de oposição em Havana, capital de Cuba, horas antes de o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, chegar ao país para uma visita histórica. Cerca de 300 apoiadores do governo cercaram cerca de 50 integrantes e apoiadores do grupo Damas de Branco e houve troca de empurrões. As mulheres foram detidas e levadas em um ônibus, em uma operação que durou cerca de 10 minutos.

Já ocorreram outros incidentes do tipo na capital cubana aos domingos, quando as participantes do grupo assistem a uma missa católica, caminham silenciosamente ao longo da Quinta Avenida e, em seguida, se juntam a outros dissidentes para tentar marchar até um bairro residencial.

A líder das Damas de Branco Berta Soler disse antes do confronto que

gostaria de dizer a Obama que "quando você faz negócios com um governo totalitário, tem que definir condições". Berta afirma que está entre os dissidentes convidados para se reunir com Obama e que pretende fazer isso. No passado, ela recusou um convite semelhante do secretário de Estado dos EUA, John Kerry. Fonte: Associated Press.