22°
Máx
14°
Min

Efeito de incêndios florestais na economia do Canadá pode ser menor que esperado

(Foto: Saskatchewan Rodovia Hotline) - Efeito de incêndios florestais na economia do Canadá pode ser menor que esperado
(Foto: Saskatchewan Rodovia Hotline)

O impacto dos recentes incêndios florestais na economia do Canadá pode ser menor do que o esperado, segundo o presidente do banco central do país, Stephen Poloz. Recentemente a instituição havia divulgado que os incêndios, que prejudicaram a produção e exportação de petróleo, poderiam tirar até 1,25 ponto porcentual do PIB do segundo trimestre.

"Cerca de metade do 1,25 ponto porcentual de perda no PIB que nós projetamos ocorreria em função da perda na produção de petróleo. Se assumirmos que a produção voltará aos níveis anteriores, podemos dizer: 'Bem, haverá uma certa recuperação'", afirmou Poloz neste sábado.

Os incêndios na região de Alberta destruíram cerca de 2,4 mil casas. Unidades de produção de petróleo não foram diretamente afetadas, mas muitas empresas foram obrigadas a reduzir ou interromper a produção em função dos riscos gerados pelas chamas ou problemas com seus funcionários.

A economia canadense está lutando para se adaptar à forte queda nos preços do petróleo, que tem prejudicado a confiança dos empresários e afetado a cotação do dólar canadense. O Banco do Canadá tem dito esperar que outros setores exportem mais e compensem a queda nas vendas de petróleo, mas que essa transição depende fortemente das condições da economia dos Estados Unidos.

Questionado sobre o relatório do mercado de trabalho (payroll) dos EUA em maio, que veio bem pior do que o esperado, Poloz comentou que não é incomum haver volatilidade nos dados econômicos e que o BC canadense vai acompanhar os desdobramentos. "Nós estamos em um contexto muito instável, mas a economia não é tão volátil como os indicadores, isso nós sabemos", afirmou. Fonte: Dow Jones Newswires.