24°
Máx
17°
Min

Egito afirma ter matado líder de grupo afiliado ao Estado Islâmico no país

O exército egípcio comunicou hoje ter matado o líder de uma organização afiliada ao Estado Islâmico no país e vários de seus principais aliados. Um porta-voz das Forças Armadas identificou o líder do grupo terrorista como Abu Doaa al-Ansary e disse que ele foi morto durante ataques na cidade de al-Arish, próxima à fronteira com a Faixa de Gaza.

De acordo com as Forças Armadas, 45 militantes da organização conhecida como Província do Sinai foram mortos nos ataques, que também tiveram como alvo depósitos de munição na cidade. O Estado Islâmico ainda não comentou as alegações.

O exército egípcio tem combatido a militância no Sinai desde 2013, quando o grupo insurgente ainda se chamava Ansar Beit al Maqdis. Ele declarou obediência ao Estado Islâmico em novembro de 2014 e assumiu a responsabilidade pela queda de um avião russo que matou 224 pessoas em outubro do ano passado. Fonte: Dow Jones Newswires.