23°
Máx
12°
Min

Eleições no Marrocos terminam com vitória do Partido Justiça e Desenvolvimento

As eleições nacionais do Marrocos terminaram com a vitória do Partido Justiça e Desenvolvimento (PJD), mostram resultados oficiais divulgados neste sábado, após votação realizada na sexta-feira. De natureza islâmica e visto como moderado, o partido conseguiu se manter no poder com a conquista de 125 dos 395 assentos da Câmara.

O PJD governa o país há cinco anos, depois de ter vencido pela primeira vez as eleições de 2011, na esteira dos protestos que marcaram a Primavera Árabe e demandaram reformas políticas e poderes menos centralizados nas mãos da família real.

"Hoje a democracia venceu", disse o primeiro-ministro marroquino, Minister Benkirane. "Depois de liderar o governo por cinco anos, depois de implementar reformas, depois de suas realizações, depois de cuidadosamente gerenciar o orçamento e as reformas com o fundo de previdência, depois de ampliar a cobertura de saúde, depois de tudo isso, graças a Deus, hoje, o povo marroquino deu a vitória ao PDJ", comemorou.

Agora, o partido vencedor terá de uma criar uma coalizão para governar. O Partido Autenticidade e Modernidade alcançou 102 assentos e outros partidos dividem as vagas restantes.

Preocupações a respeito do desemprego entre os mais jovens, elevado endividamento e extremismo islâmico foram os temas mais discutidos durante as eleições. Os resultados estão sendo acompanhados de perto pelos vizinhos de Marrocos, que o veem como um modelo de estabilidade relativa e prosperidade na região, e são importantes para os aliados de Marrocos no Ocidente, que têm acordos de investimento com a inteligência do país e participação na luta contra o Estado Islâmico. Fonte: Associated Press.