24°
Máx
17°
Min

Em Miami, Hillary pedirá ao Congresso mais verbas na luta contra vírus da zika

(Foto: Gage Skidmore/ Flickr Commons) - Hillary pedirá ao Congresso mais verbas na luta contra vírus da zika
(Foto: Gage Skidmore/ Flickr Commons)

A candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, pedirá aos membros do Congresso que retornem a Washington e aprovem um financiamento emergencial para a resposta ao vírus da zika, durante sua visita a um bairro de Miami. A declaração deve ser feita no momento em que o país enfrenta a primeira epidemia da doença nos EUA.

Na tarde desta quarta-feira, Hillary fará uma visita ao Borinquen Medical Center, centro médico próximo da área de Wynwood, onde foram diagnosticadas 16 pessoas que não viajaram e tiveram diagnóstico de zika. A ex-secretária de Estado exigirá que líderes republicanos do Congresso aprovem financiamento para testes, tratamentos e pesquisas sobre a doença, segundo assessores.

Até este mês, os únicos casos conhecidos de zika nos EUA eram de pessoas que haviam viajado antes à América Latina e ao Caribe. Na semana passada, autoridades advertiram para grávidas que evitem viajar a um bairro de Miami e para a área próxima a ele.

Em meados de julho, os congressistas deixaram Washington para um recesso de sete semanas sem aprovar nada do pedido de US$ 1,9 bilhão do presidente Barack Obama, feito em fevereiro, para o desenvolvimento de uma vacina e para controlar os mosquitos que transportam os vírus. Desde então, os dois lados trocam acusações. Obama e os democratas acusam os republicanos de politizar o tema, ao acrescentar no projeto uma medida de US$ 1,1 bilhão que teria impedido clínicas de aconselhamento familiar de Porto Rico de receber dinheiro. Já os republicanos dizem que o governo não gasta o dinheiro que já tem e busca politizar o assunto em ano eleitoral. Fonte: Associated Press.