23°
Máx
12°
Min

Enchentes na China comprometem 15 mil domicílios e geram prejuízos em lavouras

Chuvas torrenciais atingiram as regiões Sul e Leste da China, matando ao menos 61 pessoas e deixando outras 14 desaparecidas, conforme as autoridades locais.

Cerca de 400 mil pessoas foram removidas de suas casas na província de Hubei, desde o início das fortes precipitações, informou a rede de notícias Sky News. Na região, mais de 15 mil domicílios foram permanentemente comprometidos ou seriamente danificados, enquanto lavouras sofreram extensas perdas.

Equipes de resgate enfrentam fortes correntezas nos esforços para garantir a segurança de pessoas ainda ilhadas. Barricadas estão sendo erguidas com sacos de areia para evitar maiores prejuízos.

A temporada de enchentes na China foi iniciada no fim de março, mais cedo do que o usual. Em abril, o vice-primeiro-ministro, Wang Yang, alertou autoridades locais para o risco de enchentes.

O nível dos rios está elevado há algumas semanas e a perspectiva de mais chuvas torna mais difícil o trabalho dos grupos de resgate.

Mais de 17 milhões de pessoas foram afetadas pelas chuvas nas províncias de Anhui e Hubei, informou a mídia local, com mais de um milhão de pessoas realocadas. (Caio Rinaldi)