27°
Máx
13°
Min

Encontrada uma das meninas sequestradas pelo Boko Haram há dois anos na Nigéria

Uma das meninas raptadas pelos extremistas do Boko Haram na cidade de Chibok, no estado de Borno, na Nigéria, foi encontrada, de acordo com os ativistas que têm se dedicado à busca das meninas raptadas há dois anos. Um tio da menina disse que ela está grávida e traumatizada.

Amina Ali Nkeki é a primeira das 219 meninas que foram sequestradas. Ela foi encontrada vagando na floresta, disse o tio da garota Yakubu Nkeki à Associated Press. Ele disse que atualmente ela está com 19 anos - ela tinha 17 anos quando foi sequestrada - e foi levada para Chibok na terça-feira para verificar sua identidade e se encontrar com sua mãe. O pai dela faleceu enquanto ela estava sequestrada.

Nkeki disse que os soldados, em seguida, levaram a jovem para longe, aparentemente, a um acampamento militar na cidade de Damboa.

Outras meninas de Chibok também podem ter sido resgatadas por soldados na floresta Sambisa na terça-feira à noite, disse o líder da comunidade Pogu Bitrus em Chibok. Ele disse que está trabalhando com as autoridades para determinar a identidade das garotas.

Em 14 de abril de 2014, extremistas islâmicos do Boko Haram bombardearam e invadiram a Escola Secundária de Chibok para meninas e capturou 276 meninas. Dezenas delas conseguiram escapar nas primeiras horas, mas 219 continuavam desaparecidas.

A incapacidade do governo e militares da Nigéria de resgatá-las levou, em parte, à derrota eleitoral do presidente Goodluck Jonathan no ano passado.

Não se sabe quantas milhares de meninas, meninos e mulheres jovens foram sequestrados pelo Boko Haram em quase 7 anos de insurgência, que já matou mais de 20 mil pessoas e se para além das fronteiras da Nigéria. Fonte: Associated Press.