28°
Máx
17°
Min

Estado Islâmico reivindica autoria dos ataques em Bruxelas

O Estado Islâmico reivindicou responsabilidade pela série de ataques em Bruxelas nesta terça-feira, de acordo com a agência de notícias do grupo terrorista, chamada Amaq.

"Combatentes do Estado Islâmico realizaram uma série de explosões de cintos com bombas e outros aparatos nesta terça-feira, tendo como alvo um aeroporto e uma estação de metrô no centro da capital da Bélgica, Bruxelas, um país que participa da coalizão internacional contra o Estado Islâmico", diz o comunicado transmitido por uma plataforma de mensagens criptografadas conhecida como Telegram.

O anúncio do Estado Islâmico, que foi feito em inglês e não em árabe, descreveu os eventos em Bruxelas como um ataque multifocal que começou no aeroporto. Combatentes do grupo começaram o ataque com disparos antes de vários deles detonarem cintos com explosivos, afirmou a Amaq. A agência de notícias não deu detalhes sobre o número de supostos terroristas envolvidos.

Separadamente, a Amaq informou que um único homem-bomba detonou um cinto na estação Maelbeek. A agência diz que há mais de 230 mortos e feridos. Autoridades do governo belga não comentaram as declarações do Estado Islâmico. Fonte: Dow Jones Newswires.