28°
Máx
17°
Min

EUA ameaçam suspender acordos com Rússia na Síria

O Secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, disse ao Ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, que o governo norte-americano estava se preparando suspender a cooperação com a Rússia na Síria, caso Moscou não cesse os ataques em Aleppo.

De acordo com John Kirby, porta-voz do Departamento de Estado, o diplomata norte-americano advertiu Lavrov, por telefone, para que a Rússia "parasse a ofensiva e permitisse acesso humanitário em Aleppo e em outras áreas necessitadas".

Ainda segundo o porta-voz, Kerry manifestou "grave preocupação" ao chanceler da Rússia e responsabilizou as forças armadas russas e sírias pelos contínuos ataques aos hospitais e outras infraestruturas civis de Aleppo.

No início de setembro, EUA e Rússia anunciaram um acordo que previa um cessar-fogo e, posteriormente, o estabelecimento do "Centro de Implementação Conjunta", um mecanismo de cooperação bilateral frente aos grupos militares islâmicos. A primeira parte do acordo exigia um período de sete dias de calma e um reforço ao acesso de ajuda humanitária, mas o trato desmoronou uma semana após entrar em vigor.

As autoridades russas ainda não se pronunciaram sobre a conversa entre John Kerry e Sergei Lavrov. Fonte: Dow Jones Newswires.