20°
Máx
14°
Min

EUA: atirador mata cliente em loja e deixa seis feridos antes de ser morto

Um homem entrou uma loja de artigos para automóveis em Houston, no Estado norte-americano do Texas, e começou a atirar, matando um homem conhecido por ser um cliente e causando um bloqueio em um bairro da cidade neste domingo, antes de ser morto por um oficial da SWAT (grupo de operações especiais), disse a polícia local. Seis pessoas foram baleadas e feridas, incluindo um homem que foi inicialmente descrito pela polícia como outro suspeito porque estava presente e armado. A polícia disse mais tarde neste domingo que ainda investiga se ele desempenhou algum papel no ataque.

Três outras pessoas - duas delas do sexo masculino e uma do sexo feminino - foram hospitalizadas com ferimentos, mas a polícia disse que não havia risco de vida. Dois policiais foram baleados, mas passam bem.

A polícia, que informou não ter qualquer indicação ainda de motivo dos disparos, disse que ter recebido a primeira chamada sobre o ataque em torno das 10h15 (horário local). O cliente descrito como um homem de 50 anos havia recém chegado à loja. Dentro de um ou dois minutos, conforme as autoridades, o atirador entrou e começou a disparar. Outras pessoas que estavam na loja correram para se esconder nas proximidades e pedir ajuda.

Vizinhos relataram ter ouvido muitos tiros, e alguns motoristas contaram a estações de televisão locais que seus carros foram baleados. A polícia acredita que um incêndio em um posto de gasolina ao lado começou quando tiros atingiram uma bomba de combustível. Um helicóptero da polícia foi baleado com uma "arma de alta potência" e atingido cinco vezes, segundo as autoridades.

Cerca de uma hora depois de os disparos terem começado, o atirador foi morto por um oficial da SWAT, disse o porta-voz da polícia John Cannon. "Se ele não tivesse tomado essa ação tão rapidamente, isso provavelmente teria sido muito pior do que foi", disse Cannon.

O presidente do sindicato de polícia de Houston, Ray Hunt, disse que um oficial atingido várias vezes no peito por disparos estava usando tanto uma couraça de metal quanto um colete à prova de balas. Um segundo policial foi baleado na mão. Hunt assinalou que ambos estão bem. Fonte: Associated Press.