23°
Máx
12°
Min

EUA: chairman e executivo-chefe do Wells Fargo deixará cargos após escândalo

O chairman e executivo-chefe do Wells Fargo, John Stumpf, vai deixar ambos os cargos, após o escândalo sobre as táticas de abertura de contas da instituição. Segundo comunicado divulgado pelo banco, Stumpf "informou o Conselho de Administração da companhia de que está se aposentando da empresa e do conselho, com efeito imediato". Stumpf será substituído pelo atual presidente e diretor de operações do banco, Timothy J. Sloan, que já era apontado como possível sucessor de Stumpf quando ele se aposentasse.

Stephen Sanger, atual diretor principal do banco, assumirá como presidente não-executivo do conselho. Elizabeth Duke, que hoje é uma das diretoras do conselho e ex-integrante do Federal Reserve, se tornará vice-presidente do conselho.

Ainda segundo a nota, Sanger assinala que "Stumpf dedicou sua vida profissional à atividade bancária, dirigindo com sucesso o Wells Fargo durante a crise financeira e a maior fusão da história bancária e ajudando a criar uma das mais fortes e conhecidas empresas de serviços financeiros do mundo", mas acredita que uma nova liderança neste momento é apropriada para orientar o Wells Fargo nos seus desafios atuais e levar a empresa adiante.

O banco tem sido alvo de críticas há mais de um mês depois de concordar, no início de setembro, em pagar uma multa de US$ 185 milhões acordada com órgãos reguladores e autoridades municipais por abrir até 2 milhões de contas sem o conhecimento dos clientes. Desde então, o banco tem enfrentado uma série de investigações federais e estaduais nos EUA, inclusive do Departamento de Justiça. Fonte: Dow Jones Newswires.