24°
Máx
17°
Min

EUA: Incêndio na Califórnia ameaça atração turística

Um incêndio ao longo da costa central da Califórnia destruiu 48 estruturas e ameaça mais casas neste domingo, assim como Hearst Castle, um marco histórico norte-americano e uma atração turística popular na região. Mais de 10 mil bombeiros trabalhavam neste domingo para conter seis grandes incêndios em todo estado da Califórnia, lutando com chamas fortalecidas pela vegetação seca depois de cinco anos de seca, pelos ventos erráticos e altas temperaturas.

Essas condições "costumavam ser incomuns, mas agora estamos vendo isso sendo normal. É o que esperamos ver agora", disse Lynne Tolmachoff, porta-voz do Departamento de Florestas e Proteção contra Incêndios de Califórnia, ou Cal Fire, neste domingo.

Cerca de 2,7 mil bombeiros lutavam para conter um fogo perto do Hearst San Simeon State Park, nos arredores de San Luis Obispo. Ron Oatman, um capitão dos bombeiros e porta-voz da Cal Fire, disse que a área não experimentava um grande incêndio há mais de 60 anos. A vegetação seca, juntamente com o vento soprando em todas as direções, levou o incêndio para fora das linhas de confinamento fixadas pelos bombeiros no sábado. "O combustível nesta área não queimava em um longo, longo tempo", disse.

Hearst Castle, uma mansão construída pelo empresário William Randolph Hearst no início de 1900, é o lar de uma grande coleção de arte e um zoológico particular. O local foi fechado ao público no fim de semana, com o fogo queimando a apenas 4 quilômetros de distância no domingo. No entanto, os funcionários da atração disseram que o fogo não parece estar se movendo de forma ativa em direção ao castelo, que fica entre o incêndio a leste e o Oceano Pacífico, a oeste.

A equipe do local, curadores de arte e pessoal da manutenção limparam os arredores do castelo e cobriu as janelas com barreiras e toalhas para proteger as obras de arte das cinzas e fumaça, disse o supervisor Robert Chambers. De acordo com ele, há um plano para mover a coleção de arte a um depósito. Os funcionários vão tomar essa decisão dependendo das condições dos próximos dias. Chambers disse que um incêndio não ameaçava Hearst Castle desde os anos 1960, e, mesmo na ocasião o fogo não estava tão perto.

Por outro lado, houve boas notícias no sul da Califórnia, onde muitos moradores puderam de voltar para casa no fim de semana depois de os bombeiros conseguirem controlar o incêndio Blue Cut que fechou temporariamente um corredor de comércio vital, e levou 82 mil pessoas a fugir. O incêndio destruiu pelo menos 105 casas e mais de 200 anexos.

Fonte: Associated Press