22°
Máx
16°
Min

EUA: Republicano Paul Ryan refuta candidatura à presidência

O presidente da Câmara dos Representantes, Paul Ryan, fez outro esforço, no Comitê Republicano Nacional, para por fim às especulações de que ele poderia se tornar o candidato presidencial do Partido Republicano.

"Eu não quero e nem vou aceitar a nomeação", disse ele. "Eu não vou ser o candidato dos Republicanos para presidente."

Com perspectivas indicando que nenhum dos atuais três pré-candidatos republicanos à Presidência chegariam à convenção nacional com os 1.237 delegados necessários para conquistar a nomeação, dirigentes disseram que Ryan seria uma opção para pacificar a legenda.

Ryan, que foi vice na chapa de Mitt Romney em 2012, é visto como um político experiente e um dos principais líderes republicanos.

"Se fosse para escolher um candidato que não está na corrida, eu diria que Paul seria, provavelmente, a melhor decisão agora", disse recentemente o dirigente republicano Peter King, de Nova York. "Ele já participou de uma campanha nacional. Se nós estamos nesse caminho, ele seria a melhor escolha."

Ryan disse, mês passado, que ele desejava ser a "Suíça" da vez e atuar de maneira neutra na convenção nacional, que será comandada por ele.

Em janeiro de 2015, Ryan disse que não concorreria para presidente. Mas ele também tinha excluído a possibilidade de substituir John Boehner na presidência da Câmara dos Representantes, antes de finalmente concordar em assumir o cargo. Fonte: Dow Jones Newswires.