22°
Máx
14°
Min

EUA: republicanos querem US$ 1,1 bi contra vírus zika, mas democratas recuam

Os republicanos na Câmara e no Senado dos EUA selaram um acordo na quarta-feira à noite de uma medida que destinaria US$ 1,1 bilhão para combater o vírus zika, mas a medida atraiu oposição imediata de democratas que sinalizaram que iriam derrubar a medida por causa do corte de gastos que terá que ser feito.

"Esses dólares devem ajudar a controlar a propagação do vírus zika", disse o presidente do Comitê de Apropriações da Câmara, Harold Rogers.

O presidente dos EUA, Barack Obama, tinha pedido US$ 1,9 bilhão para a luta contra o vírus zika. Os republicanos inicialmente tinham demorado para responder ao pedido e forçaram a administração a enviar mais de US$ 500 milhões que não foram gastos do financiamento para combater o Ebola.

Os esforços do governo contra o vírus incluem o desenvolvimento de uma vacina, a investigação sobre melhores testes para detectar o vírus, a ajuda aos estados e municípios para combater o

mosquito que espalham o vírus e a ajuda para países estrangeiros montarem sua própria

defesa contra o vírus.

Segundo a medida, para liberar o dinheiro no valor de US$ 1,1 bilhão, cerca de US$ 750 milhões teriam que ser cortados para compensar os gastos, incluindo US$ 543 milhões em fundos não utilizados na execução de uma lei de saúde de Obama e US$ 107 milhões de cortes restantes do financiamento na luta contra o Ebola.Fonte: Associated Press.