22°
Máx
16°
Min

Ex-embaixador da Bélgica na ONU é identificado como uma das vítimas em Bruxelas

André Adam, ex-embaixador da Bélgica na Organização das Nações Unidas (ONU), estava entre as pessoas que morreram nos dois ataques terroristas ocorridos na terça-feira em Bruxelas, segundo as autoridades belgas. Pelo menos 31 pessoas morreram e outras 270 ficaram feridas nos ataques, cuja responsabilidade foi reivindicada pelo grupo Estado Islâmico.

Adam tinha 79 anos e, segundo parentes e amigos, era "um homem culto e alegre". Ele começou sua carreira no exterior em Cuba. Também trabalhou em Paris, na França, Londres, na Inglaterra, Los Angeles, nos Estados Unidos, na República Democrática do Congo e na Argélia. Fonte: Dow Jones Newswires

As equipes forenses belgas têm trabalhado ao longos dos últimos cinco dias para identificar as vítimas dos ataques ocorridos no Aeroporto de Zaventem e na estação de metrô Maelbeek. A gravidade das lesões e a diversidade das nacionalidades têm dificultado a identificação dos mortos, deixando aflitos parentes e amigos que esperam desesperadamente por notícias.

A equipe forense identificou pelo menos 24 pessoas que morreram nos ataques. Do primeiros identificados, 13 eram belgas e 11 eram estrangeiros. As famílias de pessoas desaparecidas estão à procura de seus parentes em mídias sociais como o Facebook ou o Twitter. Fonte: Dow Jones Newswires