22°
Máx
17°
Min

Exército da Turquia lança nova ofensiva contra o Estado Islâmico na Síria

As forças armadas da Turquia lançaram uma segunda incursão na Síria neste sábado, contra uma cidade próxima à fronteira entre os dois países, que é dominada pelo Estado Islâmico. O movimento é considerado pelas autoridades norte-americanas como um passo necessário para expulsar o grupo jihadista do país devastado pela guerra.

Uma unidade blindada turca apoiada por ataques de artilharia atravessou a fronteira para Al-Rai, uma cidade síria que os rebeldes perderam para o Estado Islâmico no início de maio, e que está localizada aproximadamente a meio caminho da linha de controle na fronteira entre Turquia e Síria.

Um comunicado do exército turco disse que os rebeldes sírios lutam com o apoio de unidades blindadas e artilharia, e tomaram o controle da cidade. Não ficou imediatamente claro quando a operação começou ou que tipo de resistência as forças encontraram durante a incursão.

O ataque segue uma operação bem sucedida na semana passada por militares da Turquia e um número estimado de 1.000 rebeldes sírios para tomar Jarablus, que fica na fronteira com Gaziantep, a cidade turca de dois milhões de pessoas que tem sido severamente desestabilizada pelo fluxo de combatentes estrangeiros que entram na Síria.

A incursão de sábado ocorreu cerca de 60 quilômetros a oeste de Jarablus e representa uma nova frente para o exército turco na Síria. Se os rebeldes apoiados pela Turquia conseguirem se estabelecer na área, o avanço significaria um corte de mais da metade dos 100 quilômetros do território controlado pelo Estado Islâmico ao longo da fronteira com a Turquia, isolando as forças restantes do grupo naquele canto da Síria.

No mês passado, o governo da Turquia deu luz verde para a Operação Escudo Eufrates, depois de remendar as relações com Moscou no começo deste semestre e coordenar os objetivos estratégicos da missão com forças especiais norte-americanas que também estão operando na área.

Em 13 de agosto, os EUA apoiaram rebeldes sírios, liderados pela milícia curda conhecida como o YPG, que assumiram o controle da cidade Manbij, antes dominada pelo EI, cortando uma rota de abastecimento importante entre a cidade de Raqqa, declarada como capital pelos extremistas, e a fronteira turca. No dia 24, foi lançada a ofensiva em Jarablus, com os rebeldes apoiados por cerca de 30 tanques turcos e mais um contingente aéreo da coalizão. Fonte: Dow Jones Newswires.