28°
Máx
17°
Min

Exército Iraque repele ataque do Estado Islâmico em batalha por Fallujah

Forças iraquianas que tentam tomar a cidade de Fallujah do controle do grupo extremista Estado Islâmico repeliram hoje um contra-ataque de quatro horas dos militantes nesta terça-feira, um dia após assegurar partes do sul da cidade.

Ao mesmo tempo, o Conselho de Refugiados da Noruega, o principal grupo de ajuda humanitária alertou para uma "catástrofe humana" que está se desenrolando na cidade, onde cerca de 50 mil pessoas estão presas, sem permissão para sair.

Miliantes do Estado Islâmico utilizaram túneis, atiradores de elite e seis carros recheados de explosivos para a ofensiva. Os veículos foram explodidos antes colidir com posições do exército iraquiano. O número de baixas não foi revelado.

Fallujah foi a primeira cidade a cair nas mãos dos extremistas, em janeiro de 2014. Esta é a primeira tentativa de recapturar a cidade desde então. Os militantes ainda controlam a segunda maior cidade do país, Mosul, no norte.

Segundo Jan Egeland, diretor do Conselho de Refugiados da Noruega, apenas uma família conseguiu escapar da cidade desde segunda-feira. Desde que a ofensiva iniciou, na semana passada, outras 554 famílias fugiram dos arredores da cidade, que fica há 65 quilômetros de Bagdá. Fonte: Associated Press.