28°
Máx
17°
Min

Explosão de carro-bomba mata três pessoas e fere outras 45 na Turquia

Um carro-bomba foi detonado nesta terça-feira na cidade de maioria curda Diyarbakir, na Turquia, e atingiu um ônibus da polícia que transportava sete militantes curdos que foram detidos recentemente na cidade, matando ao menos três pessoas e ferindo outras 45, disseram autoridades.

Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo ataque, mas a agência estatal de notícias Anadolu afirmou que o carro foi detonado por militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, na sigla inglês), enquanto o ônibus passava. A Turquia considera o PKK como um grupo terrorista.

O veículo da polícia transportava nove policiais que faziam a escola dos sete militantes do PKK para exames médicos. Não ficou imediatamente claro se os mortos eram policiais ou militantes.

Um total de 12 policiais e 33 civis ficaram feridos no ataque, incluindo as pessoas que estavam passando pela rua ou sentadas em um café ao ar livre nas proximidades, de acordo com autoridades.

Os sete suspeitos do PKK que estavam dentro do veículo foram detidos por suposta captura de uma fábrica em Diyarbakir, disse o gabinete do governador, sem fornecer detalhes.

Os rebeldes curdos têm sido alvo dos policiais e militares desde julho, quando um frágil processo de paz entrou em colapso.

No início desta terça-feira, dois policiais foram mortos durante uma tentativa de neutralizar uma bomba na estrada na província oriental de Van, disse a Anadolu.

O PKK, que quer maior autonomia para os curdos da Turquia, tem travado um conflito de décadas com o Estado turco que já matou mais de 40 mil pessoas. Fonte: Associated Press.