24°
Máx
17°
Min

Forças governamentais da Síria retomam três bairros de Palmira

As forças do governo da Síria retomaram três bairros de Palmira, uma cidade com famosas ruínas da Era Romana que foi conquistada pelo grupo Estado Islâmico em maio passado, informou a imprensa estatal neste sábado.

As tropas sírias e seus milicianos aliados, apoiados por ataques aéreos russos, tomaram posições em três bairros que fazem parte da cidade moderna, de acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, um grupo de monitoramento com base na Grã-Bretanha.

Os jatos russos realizaram 40 combates aéreos perto de Palmira, atingindo 158 alvos e matando mais de 100 militantes, informou o Ministério da Defesa da Rússia.

Palmira, carinhosamente conhecida como "noiva do deserto", costumava atrair dezenas de milhares de turistas todos os anos. O Estado Islâmico expulsou as forças do governo em poucos dias e depois demoliu alguns dos monumentos mais conhecidos em uma localidade considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Os extremistas acreditam que as ruínas antigas promoviam a idolatria.

Retomar a cidade seria uma grande vitória para o governo do presidente Bashar al-Assad e seus aliados, que tiveram ganhos constantes nos últimos meses contra o Estado Islâmico e outros insurgentes, incluindo os rebeldes apoiados pelo Ocidente.

A batalha por Palmira, agora entrando em sua quarta semana, de acordo com o observatório, não tem sido fácil. As forças governamentais perderam pelo menos 18 soldados somente na sexta-feira, incluindo um major-general, informaram o observatório e sites ligados ao Estado Islâmico. Outros 10 soldados foram mortos neste sábado.

O Estado Islâmico começou a retirar civis de Palmira esta semana para outras partes de seu território na Síria. Nenhum civil permaneceu na cidade, segundo um morador que falou na condição de anonimato.

Fonte: Associated Press.