22°
Máx
14°
Min

França desmantela parte do campo de refugiados de Calais

Autoridades da França deram outro passo em sua campanha para acabar com parte do campo de refugiados e imigrantes de Calais, conhecido como "Selva", que se tornou um dos principais focos da crise de refugiados na Europa. Sob forte presença policial, duas dezenas de funcionários entraram no campo, derrubando tendas e outras estruturas improvisadas.

"Nós começamos a retirar abrigos vazios na parte sul do campo", afirmou um porta-voz da polícia. "Esse trabalho continuará todos os dias nas próximas semanas", acrescentou o funcionário.

Autoridades francesas estão sob intenso escrutínio da mídia, em meio à crescente pressão pública diante de supostas falhas para lidar com a crise de refugiados no norte francês. Na semana passada, autoridades francesas disseram que planejavam realocar entre 800 e mil imigrantes que vivem no sul do campo, após um juiz rechaçar uma petição de grupos humanitários para retardar a retirada.

O ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, disse que todos os imigrantes terão nova moradia, acrescentando que o governo nunca quis "despejar brutalmente" as pessoas que estão no campo. Grupos humanitários dizem que não há área suficiente para acomodar os mais de 3 mil afetados pelo desmantelamento de parte do campo. Aqueles que não conseguirem abrigos na área serão transferidos para abrigos em outras partes da França, segundo autoridades. Fonte: Dow Jones Newswires.