26°
Máx
19°
Min

França tem greve e manifestações contra projeto de reforma trabalhista

Manifestantes entraram em confronto nesta quinta-feira com a polícia em várias localidades da França durante protestos contra uma proposta de reforma trabalhista. Ao mesmo tempo, uma série de greves provocou cancelamentos e atrasos em dois importantes aeroportos da região de Paris.

Milhares de manifestantes marcharam na capital francea e houve episódios de violência quando dezenas de pessoas, muitas delas mascaradas, lançaram objetos contra a polícia. Os agentes de segurança usaram gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes e um agente ficou levemente ferido.

A televisão francesa mostrou imagens de enfrentamentos similares em Marselha e nas cidades de Nantes e Rennes, no leste francês. O ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, disse que 124 pessoas foram presas em protestos em distintas partes do país. Ele condenou enfaticamente a violência e assegurou que serão castigados os responsáveis.

A greve de controladores aéreos levou ao cancelamento de 20% dos voos no aeroporto de Orly, em Paris, além de gerar atrasos no Aeroporto Charles de Gaulle, segundo o site da autoridade aeroportuária do país.

A proposta de reforma trabalhista busca estimular a contratação de pessoas no setor privado. Os críticos apontam, porém, que a reforma acabaria com os direitos trabalhistas obtidos durante décadas de luta e que isso não mudará o nível alto de desemprego. O projeto de lei sobre o tema será debatido na próxima semana na Câmara dos Deputados francesa. Fonte: Associated Press.