21°
Máx
17°
Min

Funeral de Peres deve ter Obama, Hillary, príncipe Charles e outras autoridades

(Foto: Divulgação) - Funeral de Peres deve ter Obama, Hillary e príncipe Charles
(Foto: Divulgação)

Autoridades pelo mundo lamentavam a morte do ex-presidente israelense Shimon Peres. Nobel da Paz em 1994 por suas negociações de paz com os palestinos, Peres morreu na madrugada desta quarta-feira (hora local) aos 93 anos, duas semanas após sofrer um grave acidente vascular cerebral.

Um porta-voz da chancelaria israelense disse que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, o ex-presidente americano Bill Clinton e a mulher dele, a candidata democrata à presidência, Hillary Clinton, devem comparecer ao funeral de Peres, na sexta-feira. O príncipe Charles, do Reino Unido, e o premiê do Canadá, Justin Trudeau, também são esperados. O porta-voz chegou a dizer que o papa Francisco deveria comparecer, mas o Vaticano informou que o pontífice não conseguirá estar presente.

Peres era um político respeitado e participava com frequência de conferências internacionais. No Vaticano, um porta-voz disse que o papa não poderá comparecer porque na sexta-feira inicia uma viagem de três dias para Geórgia e Azerbaijão.

O grupo militante palestino Hamas, porém, comemorou a morte de Peres. Um porta-voz do grupo, Sami Abu Zuhri, disse que "o povo palestino está muito feliz com a morte desse criminoso que causou derramamento de nosso sangue". Segundo o porta-voz, Peres foi "a última autoridade israelense restante entre as que fundaram a ocupação e sua morte é o fim da fase na história desta ocupação e o início de uma nova fase de fraqueza". O Hamas tem em seu programa a destruição de Israel e, em 2007, expulsou o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, da Faixa de Gaza e tomou o controle da região. Abbas defende um Estado palestino que coexista com Israel.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, convocou uma sessão especial do gabinete para marcar a morte de Peres. Netanyahu destacou que Peres "nunca parou de tentar chegar à paz e de acreditar na paz". Um rival político de longa data de Peres, Netanyahu disse que a relação entre os dois se fortaleceu com o tempo. Peres foi presidente durante o mandato anterior de Netanyahu como primeiro-ministro.

O corpo do político deve ficar no Knesset, o Parlamento israelense, antes do funeral de Estado no cemitério nacional de Jerusalém, na sexta-feira. Em comunicado, Obama disse que Peres olhava para o futuro, com uma visão de "dignidade humana e progresso". Na visão do presidente dos EUA, Peres representava "a própria essência de Israel", por ter lutado pela independência israelense, trabalhado sua terra e ocupado virtualmente todas as posições no governo do país. Fonte: Associated Press.