21°
Máx
17°
Min

Governo da Síria diz que aceita proposta de trégua

O governo sírio afirmou que aceita uma proposta de trégua no país. A administração acrescentou, porém, que continuarão as operações contra o Estado Islâmico e o braço da Al-Qaeda em território sírio. Comunicado do Ministério das Relações Exteriores desta terça-feira afirma que as forças do governo terão o direito de responder a qualquer violação cometida pelos insurgentes.

O anúncio oficial sírio é feito um dia após os Estados Unidos e a Rússia concordarem com um novo cessar-fogo para a Síria, que deve começar a valer no sábado. No fim da segunda-feira, o principal grupo oposicionista sírio e grupos rebeldes disseram que concordam com "uma trégua temporária", contanto que as demandas da oposição sejam atendidas.

As negociações de paz indiretas entre o governo sírio e a oposição entraram em colapso em 3 de fevereiro, diante da grande ofensiva do governo.

O primeiro-ministro da Turquia, Ahmet Davutoglu, acusou a Rússia e a Síria de tentar formar um "cinturão do terror" ao longo da fronteira entre Síria e Turquia e afirmou que não deixará isso acontecer. O governo turco disse que apoia o cessar-fogo na Síria, mas continuará a disparar em grupos curdos sírios, caso a Síria "ataque" a Turquia. Fonte: Associated Press.