24°
Máx
17°
Min

Guiana proibirá graduados de saírem do país até que dívida estudantil seja paga

O ministro das Finanças da Guiana, Winston Jordan, disse na noite de sexta-feira que o país irá proibir os estudantes que se formaram na universidade pública do país de viajar para fora do país até que a dívida dos estudantes seja quitada, em uma tentativa de cobrar cerca de US$ 25 milhões em empréstimos inadimplentes.

Segundo Jordan, será fornecido ao departamento de imigração uma lista com os nomes dos graduados na

Universidade da Guiana que tenham empréstimos pendentes.

Os agentes de fronteira serão os responsáveis por não permitirem que essas pessoas deixem o país, a menos que a dívida seja paga, algo que poderá ser feito nos pontos de imigração. Jordan disse que a política será implementada nos próximos meses.

Mais de 26 mil empréstimos foram concedidos ao longo das últimas duas décadas. A taxa média da graduação por ano é de US$ 900. Fonte: Associated Press